Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Patos de Minas - Minas Gerais

Prefeitura de Patos de Minas adia volta às aulas presenciais

Com informações da Prefeitura de Patos de Minas

A secretária de Educação de Patos de Minas, Sônia Silveira, e a secretária de Saúde, Ana Carolina Magalhães Caixeta, concederam entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (28/5), para falar sobre o retorno das aulas presenciais nas escolas municipais. A volta, prevista para o mês de junho, foi postergada para agosto devido a fatores de saúde e logística de adequação das escolas.

Um dos aspectos decisivos para adiar o início das atividades presenciais é o período de grande incidência de doenças respiratórias, que se dá entre junho e julho, meses em que a temperatura diminui e a presença do rinovírus e influenza é mais comum nos ambientes. Tendo em vista que sintomas de resfriados e gripes são semelhantes aos da Covid-19, isso interferiria diretamente na dinâmica das escolas. Com o retorno em agosto, a segurança em relação às doenças sazonais é maior.

A secretária de educação, Sônia Silveira, destacou o papel dos pais e de toda a comunidade escolar para que o retorno aconteça de forma segura e consciente. Ela falou ainda sobre a pesquisa que está sendo realizada pela Semed para levantar o quantitativo de alunos que retomarão as atividades presenciais. “É necessário que os pais respondam à pesquisa, pois assim saberemos, de fato, quantos alunos irão voltar e poderemos planejar melhor o retorno. Estamos trabalhando para que tudo seja feito da melhor forma possível”.

 

Estrutura das escolas

Durante o período de preparação para a volta, as escolas municipais têm passado por reestruturação da parte elétrica e da rede de internet. O objetivo de adaptá-las para recebimento dos kits multimídia necessários à nova configuração das aulas. De acordo com a secretária de educação, muitas dessas instituições precisam passar por adequações para receber a tecnologia que será implementada.

 

Vacinação dos professores e profissionais de educação

De acordo com o Governo do estado, a vacinação dos professores e demais profissionais de educação deve ocorrer a partir do mês de junho. Segundo Ana Carolina, o processo deve acontecer de forma escalonada, assim como foi feito com os profissionais de saúde. Todos os colaboradores, incluindo motoristas, serviços gerais e pessoal do administrativo, devem ser contemplados. Agora, o município aguarda a ordem de prioridades e chegada das vacinas para iniciar a imunização.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Está internado no Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, um aluno do curso de formação de Soldados da Polícia Militar que...

Política

A indicação é que o vice seja o deputado federal Bilac Pinto. O senador Carlos Viana, candidato do PL ao Governo de Minas Gerais,...

Economia

O economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Braz, diz que a redução de 3,5% no preço do diesel, anunciada nesta quinta-feira (4), pela Petrobras, terá...

Política

O Senado voltará a analisar o projeto de lei que restringe as saídas temporárias de presos. A matéria foi aprovada pela Câmara dos Deputados...

Policial

Nesta quinta-feira (4), Emily Luiza Ferretti Fernandes, de 25 anos, foi morta a facadas dentro de sua casa, localizada no bairro Cardoso, na região...

Política

A Câmara dos Deputados aprovou, por 408 votos contra 9, o Projeto de Lei 643/20, que aumenta as penas para os crimes de furto...

Política

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 14.431/2022 que libera o crédito consignado a beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e de programas federais...

Policial

Um homem de 27 anos foi baleado no peito, na barriga, nas costas e no pescoço dentro de uma distribuidora de bebidas no Barreiro,...