Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Gerais

PM reage a assalto e mata infrator

Em evidente ação de legítima defesa um adolescente foi morto a tiros pela PM.

Na madrugada desta segunda-feira (12/10), no município de Ipatinga, Minas Gerais, um adolescente de 15 anos foi morto a tiros durante uma tentativa de assalto a um policial militar. O indivíduo estava armado com uma pistola sem número de identificação e acompanhado de outro indivíduo que conseguiu fugir.

O boletim de ocorrência relata que houve uma tentativa de surpreender o militar, de 44 anos, enquanto ele guardava seu carro na garagem após encerrar seu turno. O policial avistou um veículo parar próximo a um cruzamento e aguardou.
Neste momento, dois indivíduos entraram na garagem, um deles apontando uma arma de fogo para o policial, gritando “perdeu, perdeu”. O policial então conseguiu abrir a porta e temendo que fosse identificado como militar disparou a arma contra um dos bandidos que estava mais próximo.
Evidências mostram que o indivíduo portador da pistola caiu ao chão ao lado do carro, deixando a arma cair em suas pernas, momento em que o militar disparou contra o segundo indivíduo, que evadiu do local. O policial ainda tentou perseguir o outro assaltante, mas ao chegar próximo à esquina da rua São Pedro com Santa Rita, no bairro Novo Cruzeiro, viu o veículo que estava parado evadindo em alta velocidade.
O militar retornou para sua casa, onde fez contato com a Policia Militar informado o fato, o SAMU também foi acionado. Com a chegada dos profissionais de saúde, a Polícia Civil foi solicitada para fazer os procedimentos burocráticos. Ao todo foram recolhidos: uma pistola Taurus, calibre 9 milímetros, com numeração raspada que estava com o indivíduo, e um total de 11 munições intactas. A arma do policial militar também foi recolhida.
O perito recolheu nove cápsulas deflagradas, calibre .40, do total de dez disparos efetuados pelo militar, e outras cinco munições intactas. O policial detinha a posse regular do armamento, segundo as normas legais.
O boletim da perícia mostrou que não foi encontrado documentação que pudesse identificar o corpo, porém, a polícia conseguiu chegar ao endereço de João Carlos Luiz da Costa, morador da rua Bonn, bairro Bethânia. Depois do contato, familiares reconheceram o corpo. Diante das circunstâncias, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao policial, que foi conduzido para a sede do 14º Batalhão de Polícia Militar.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Gerais

Fonte: Agência Senado O Senado aprovou na última semana um projeto que autoriza, em casos de violência doméstica, a concessão de medidas cautelares de...

Montes Claros - Minas Gerais

Um grupo de manifestantes contrários ao aborto realizou em Montes Claros uma manifestação em defesa dos direitos do nascituro. O grupo percorreu as ruas...

Coluna

“Sempre fui e serei menino até morrer. Toda minha obra vive de um espanto que é exatamente a reação infantil. […] Se não fossemos...

Coluna

Um Estado omisso em relação a seus agentes de segurança pública.Todos os dias os nossos policiais são taxados como homofóbicos, racistas, torturadores, autoritários e...

Coluna

Por: Bethânia Teixeira Mendes Vivemos conectados. Hoje, tudo é feito pela internet e, por isso, inserimos dados pessoais a todo momento em todo tipo...

Coluna

Há cerca de 20 anos, professores eram verdadeiros detentores do conhecimento, pautados pela autoridade que o grau superior lhes ofereciam ou mesmo o magistério,...

Gerais

Via: el america O parlamentar conservador David Amess, que foi esfaqueado hoje enquanto servia aos cidadãos de seu eleitorado em Essex (sudeste da Inglaterra),...

Policial

Nesta quinta-feira (14/10), durante Operação ANTIDROGAS, a 5ª Cia a Polícia Militar de  Campina Verde/Minas Gerais,  apreendeu um caminhão com compartimento secreto no baú...