Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Saúde

Patos de Minas tem medicação para tratamento precoce no combate a COVID-19

A prefeitura de Patos de Minas adotou o lockdown (Decreto 5.001, que entra em vigor na próxima quinta-feira 18/02) válido para 15 dias. Dentre as medidas estão: toque de recolher, acesso a áreas recreativas, fechamento de atividades não essenciais e proibição na venda de bebidas alcoólicas. A medida poderia, até ser justificável, mas não é, uma vez que a cidade dispõe de medicação preventiva. O Jornal Pauta Independente, verificou que a farmácia de dispensação tem um grande número de drogas que se mostram recomendadas no tratamento (verifique nas imagens abaixo).

Uma medida simples que evitaria o lockdown (tão danoso a diversos segmentos). No tratamento precoce, basta ao paciente consultar, ser receitado e pegar a medicação. Temos então medicamentos na cidade, que poderiam ao menos, frear a situação. Contudo, pessoas que estão em competência de colocar tais medidas em vigor se mostram indiferentes a essa via de tratamento e tem sido comum pacientes com sintomas de covid19 serem mandados de volta para casa com uma simples receita de dipirona.

Um grupo muito grande de médicos e hospitais, mostram-se favoráveis ao tratamento precoce em pacientes acometidos por COVID-19. O tratamento precoce é embasado em alguns medicamentos que já estão disponíveis no mercado e se mostram muito eficientes.

O tratamento é feito à base de três drogas: Hidroxicloroquina, Azitromicina e Ivermectina. A utilização deve ser feita assim que, constatados os primeiros sintomas. O principal beneficio do tratamento precoce é evitar agravamento nos quadros e posteriormente não colapsar a saúde. É importante salientar que se trata de medicamentos muito baratos e que não acarretam em lucros para as indústrias.

Pesquisa realizada por membros do Sistema de Saúde Henry Ford, em Detroit, Michigan, mostrou os benefícios acerca do uso de hidroxicloroquina em associação com a Azitromicina no tratamento. A pesquisa foi realizada com 2.541 pacientes, dentre eles 26% do grupo que não recebeu o tratamento faleceu, já o grupo que utilizou as drogas teve taxa de mortalidade de 13%.

A Ivermectina já havia sido configurada desde a SARS (epidemia de síndrome respiratória aguda grave ou epidemia que aconteceu em 2002–2004) a principal droga capaz de inibir aquele vírus. Depois disso o medicamento é estudado mundialmente como antiviral e está entre as poucas drogas que a medicina utiliza em caráter realmente eficaz. A medicação age, inibindo a entrada do vírus na célula onde ele se replica e tem a possibilidade de infectar outras células. Dentre as vantagens da medicação está a sua baixa taxa de toxicidade (comprovado cientificamente) e seu uso profilaticamente e preventivamente (podendo ser utilizada em grupos de risco).

Muitos médicos, sem exclusão de brasileiros, expõem suas opiniões sobre o tratamento precoce:
“Parece-nos definitivo que a medicação tem de ser precoce. Não esperamos que a pessoa vá para casa para piorar e depois voltar. Nós fazemos imediatamente o exame. Comprovado que está com Covid-19, ela recebe imediatamente o nosso protocolo”. Dr. José Carlos Daher, médico fundador do Hospital Daher

“Temos medicações que estão disponíveis, são de baixo custo, baixa toxicidade e que podem ser prescritas pelos médicos no primeiro estágio da Covid-19 para diminuir a replicação viral. É claro que todos nós gostaríamos de trabalhar com base em estudos científicos sólidos, mas vivemos uma situação atípica, de guerra. O novo coronavírus não está na bula, porque ele não existia quando os medicamentos foram criados”. Carine Petry, médica e otorrinolaringologista

Evidenciações do tratamento precoce/preventivo são muito positivas. Estigmatizar uma via de tratamento que se mostra eficaz é um crime. Nessa tragédia na qual a COVID-19 colocou o mundo, todos perdemos familiares, amigos, conhecidos e temos ao alcance de nossas mãos uma medicação que pode frear a calamidade que estamos vivenciando, politizar um tratamento precoce é um ato desumano e desrespeitoso ao direito a vida.

8 Comentários

8 Comments

  1. Jaqueline

    18 de fevereiro de 2021 em 12:27

    Minha mãe já realizou o tratamento preventivo, quando foi diagnóstica com COVID-19 em setembro de 2020, quando os pulmões tinham 25% de comprometimento. No hospital particular não receitaram cloroquina. Consegui com outro médico e minha mãe em 03 dias já estava bem melhor e recuperou logo. Eu também fiz o tratamento preventivo e recuperei bem rápido.

  2. Janaina

    18 de fevereiro de 2021 em 08:18

    Ou vocês são burros mesmo ou canalhas.

    Único país que tem uns ignóbeis até hoje apostando nisso é aqui, não por acaso é um dos piores países na pandemia e dos poucos, se não o único, que ainda esta em viés de alta, enquanto todos outros estão diminuindo a proliferação ou ao menos estão estáveis.

    Mas entendo, gera clicks né. Vocês só estao fazendo bait

    • Daisi

      10 de março de 2021 em 12:26

      Qual seria a sua “receita” Janaína ?
      Sei de pessoas que fizeram o tratamento precosse com esses medicamentos e recuperaram..
      Por outro lado outros que “trataram” com dipirona perderam a vida
      Acredito que O tratamento precosse salva vidas

  3. Felipe

    17 de fevereiro de 2021 em 21:24

    Por que então os médicos do centro clínico não receitam isso para o povo? parece que querem é que o povo fique ruim

  4. Não existe prevenção por medicamentos

    17 de fevereiro de 2021 em 18:47

    Hahahahahahahaha fico impressionado como vocês são burros! Nunca leram um artigo na vida. Essa ilusão de tratamento precoce NÃO FUNCIONA! Procure na literatura, pergunte a seus amigos do exterior. Vocês são burros ou ignorantes? Podem escolher.

    • Flávia

      17 de fevereiro de 2021 em 19:57

      Burro e ignorante é quem não se informa e se considera o dono da verdade…
      Tenho pena do ser humano que vive mergulhado na ignorância, assim como você. Tudo na vida é mutável, principalmente a ciência.
      Elimine seus preconceitos e sua visão limitada e vá buscar informações! Deus te ilumine!

    • Para quem chamou as pessoas de burras

      17 de fevereiro de 2021 em 23:55

      Nao me considero burra e muito.menos outras pessoas q acreditam no tratamento.
      Qual o seu argumento? A politica ou a ciencia? Se nao concordamos com você somos burros? Seu limite de inteligencia chegou a tal ponto de achar que sao os outros ignorantes?
      Acho que quem é nesse caso é voce, pela falta de respeito e chamar as pessoas assim.

  5. Wilson Papala

    17 de fevereiro de 2021 em 17:43

    Vou adotar protologo de Prevenção, UBS e Farmacinha 🧠

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...

Política

Em seu primeiro dia de governo, o novo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, apresentou ao Congresso um projeto de reforma tributária, com previsão de aumento...

Policial

No último domingo (7/8), em Jaboticatubas, na região Metropolitana, foi cumprido o mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor de um homem, de 33...

Saúde

O presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes – Regional RJ (SBD-RJ), Daniel Kendler, lembra, no Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol, comemorado hoje (8),...

Policial

Está internado no Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, um aluno do curso de formação de Soldados da Polícia Militar que...

Política

A indicação é que o vice seja o deputado federal Bilac Pinto. O senador Carlos Viana, candidato do PL ao Governo de Minas Gerais,...

Economia

O economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Braz, diz que a redução de 3,5% no preço do diesel, anunciada nesta quinta-feira (4), pela Petrobras, terá...