Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Gerais

OMS pede à China mais transparência e diz que o país deve fornecer dados sobre origens da covid-19

Via: conexão política

A China voltou a ser alvo de dúvidas e questionamentos sobre a origem da Covid-19 no país.

Recentemente, um relatório da inteligência dos EUA reitera a descoberta do vírus em novembro de 2019, que teria resultado na hospitalização de vários pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan, na época.

Agora, o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que as investigações sobre o surgimento da pandemia no território asiático estão sendo afetadas pela falta de elementos concretos sobre os primeiros dias da disseminação do vírus no local e pediu as autoridades chinesas para atuar com mais transparência.

Conforme já registrou o Conexão Política, uma equipe liderada pela OMS chegou a passar quatro semanas na cidade de Wuhan, na província de Hubei, com pesquisadores chineses. Por meio de um relatório conjunto publicado em março, a organização disse que o vírus provavelmente foi transmitido de morcegos para humanos por meio de outro animal.

Ainda de acordo com o grupo, “a introdução por meio de um incidente de laboratório foi considerada um caminho extremamente improvável”.

No entanto, países como os Estados Unidos e centenas de cientistas não estão nem um pouco satisfeitos.

“Pedimos à China que seja transparente e aberta, e que coopere”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (15).

“Devemos isso aos milhões que sofreram e aos milhões que morreram para saber o que aconteceu”, sustentou.

Apesar de diversos relatos apontarem para a possibilidade de o vírus poder ter escapado de um laboratório de Wuhan, a ditadura chinesa tem classificado a desconfiança global como ‘absurda’, frisando que a ‘politização’ dificulta as investigações.

“Esperamos trabalhar com nossos parceiros chineses nesse processo e o diretor-geral definirá medidas aos Estados-membros em uma reunião amanhã, na sexta-feira”, acrescentou o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...

Política

Em seu primeiro dia de governo, o novo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, apresentou ao Congresso um projeto de reforma tributária, com previsão de aumento...

Policial

No último domingo (7/8), em Jaboticatubas, na região Metropolitana, foi cumprido o mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor de um homem, de 33...

Saúde

O presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes – Regional RJ (SBD-RJ), Daniel Kendler, lembra, no Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol, comemorado hoje (8),...