Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Coluna

MILAGRE: Padre Pio fez menina cega enxergar

Via: church popo

Menina cega de nascença, sem pupilas, abençoada por Padre Pio volta a enxergar e continua sem pupilas!
Em 18 de junho de 1947 deu-se uma cura extraordinária, a de Gemma de Giorgi, de Ribeira, na Sicília. Nascera sem pupilas. Os médicos declararam que, naquele caso, nada podiam fazer.

Era absolutamente cega. Seus olhos não tinham “PUPILA”.

ÍRIS: disco colorido com um orifício central (chamado de PUPILA, ou menina dos olhos). Sua função é controlar a quantidade de luz que entra no olho: ambiente com muita luz faz fechar a pupila; ambiente com pouca luz faz dilatar a pupila. Exerce a função idêntica ao diafragma de uma máquina fotográfica.

NÃO OBSTANTE SER CEGA, ELA PASSOU A ENXERGAR.

Os pais conformaram-se com o infortúnio, mas a avó da menina não podia resignar-se. Cheia de confiança rezou muito a Deus e quando a garotinha contava com sete anos decidiu ir ter com o padre Pio levando-a consigo. Juntas e cheias de fé, empreenderam a longa e penosa viagem até San Giovanni.

Logo que entraram na igreja do convento onde o padre Pio distribuía a comunhão, de repente, toda gente pôde ouvir sua voz: “Gemma, anda cá!”. Vó e neta abriram caminho por entre a multidão e ajoelharam-se junto ao altar. O padre sorriu para a menina e lhe disse que podia fazer ali a sua primeira comunhão. Ouviu-a em confissão e pôs-lhe a mão sobre os olhos. Em seguida ministrou-lhe a comunhão.

A avó lhe perguntou mais tarde se naquele momento tinha pedido qualquer graça ao que a pequena disse que não.

Pouco depois, encontrou novamente o padre que, ao abençoá-la disse: “Que Nossa Senhora te abençoe, Gemma, e procura ser sempre boa”.

Nesse mesmo instante a criança deu um grito… Ela estava enxergando!

Este milagre aconteceu com a Igreja repleta de gente.

A cura fora completa e definitiva, não obstante continuassem os olhos sem pupilas depois do milagre – autêntica provocação à ciência.

Quatro meses depois, Gemma foi examinada por um oftalmologista de renome, o professor Caramozza de Perugia que declarou convicto após o exame que a criança não podia ver nem, tão-pouco, veria jamais. Após uma pesquisa detalhada, escreveu em um relatório médico que, contra todas as leis da física e da biologia, a menina sem pupilas (e, portanto, absolutamente incapaz de ver qualquer coisa com seus olhos), vê perfeitamente.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...