Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Saúde

Lockdown não tem comprovação científica

Por Maria Fernanda Senna – Pauta Independente

Pela primeira vez na humanidade, em meio a uma pandemia é necessário isolar os saudáveis e não apenas os vulneráveis. O mundo já está em lockdown (medida de circulação mais extrema, imposta pelo poder público) a quase um ano e até agora não temos, se quer, previsão para cessamento do vírus chinês. Não existem evidências empíricas que certifique a eficiência do lockdown contra a COVID-19.

A Declaração de Great Barrington é uma declaração redigida e assinada no Instituto Americano de Pesquisa Econômica em Great Barrington, Massachusetts em 4 de outubro de 2020. Na Declaração cientistas e médicos das Universidades de Stanford (uma das instituições mais prestigiadas do mundo), Harvard (famosas instituições de ensino superior de todo o mundo) e Oxford (universidade mais antiga na história da humanida), trouxeram à tona a ineficácia do lockwdown.

“Viemos tanto da esquerda como da direita, e de todo o mundo, e temos dedicado as nossas carreiras à proteção das pessoas. As atuais políticas de confinamento estão a produzir efeitos devastadores na saúde pública a curto e longo prazo. Os resultados (para citar alguns) incluem taxas mais baixas de vacinação infantil, agravamento dos prognósticos das doenças cardiovasculares, menos exames oncológicos e deterioração da saúde mental – levando a um maior excesso de mortalidade nos próximos anos, com a classe trabalhadora e os membros mais jovens da sociedade a carregar um fardo mais pesado.

Manter os alunos fora da escola é uma grave injustiça…Aqueles que não são vulneráveis devem ser imediatamente autorizados a retomar a vida normal. Medidas simples de higiene, tais como a lavagem das mãos e a permanência em casa quando estão doentes devem ser praticadas por todos para reduzir o limiar de imunidade de grupo. As escolas e universidades devem estar abertas ao ensino presencial. As atividades extracurriculares, como o desporto, devem ser retomadas. Os jovens adultos de baixo risco devem trabalhar normalmente, e não a partir de casa. Restaurantes e outras empresas devem ser abertos.

As artes, música, desporto e outras atividades culturais devem ser retomadas. As pessoas que correm maior risco podem participar se o desejarem, enquanto a sociedade como um todo goza da proteção conferida aos vulneráveis por aqueles que acumularam imunidade de grupo.”

No evento “Depressão, saúde mental e pandemia”, do Ciclo ILP-Fapesp de Ciência e Inovação, a professora titular de epidemiologia da FCM-Unicamp, Marilisa Barros, concluiu que, 34% dos fumantes aumentaram o número diário de cigarros, e 17,6% o consumo de álcool. As evidencias estão associados ao quadro depressivo. “Das pessoas entrevistadas, 40,4% disseram ter sentimento de tristeza ou depressão, e 52,6% afirmaram experimentar sentimentos de nervosismo ou ansiedade, muitas vezes ou sempre.

Esses são apenas alguns efeitos a curto prazo, a longo prazo não sabemos o que um isolamento, muitas vezes, forçado, pode ocasionar.

Nos Estados Unidos, epicentro do coronavírus, país mais infectado e com mortos pela covid-19, aproximadamente 66% das pessoas que foram infectadas pela doença, na data, estavam em isolamento domiciliar.

Outra país que chamou atenção foi a Suécia. No início da Pandemia o país, recusou-se a fazer lockdown, o governo sueco propôs uma política pública baseada em compreensão, cuidado e segurança. A medida fez o diretor executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, nomear o país como “exemplo a ser seguido.”

Ninguém em sã consciência nega a existência da pandemia, o perigo letal e todos os malefícios decorrentes da COVID-19, mas o que é plausível indagar é a falta de contemplação dos menos favorecidos (economicamente falando) e de todas as outras esferas desassistidas da sociedade mediante a pandemia. Olhando o cenário e perspectivas financeiras, é possível perceber que recessão econômica também resulta em óbitos.

O lockdown não se mostrou eficaz no combate a COVID-19 e, pesquisas cientificas mostram apenas seus maléficos a médio e longo prazo.

Dentre as poucas certezas sobre o vírus, uma é nítida: o lockdown é a nova ideologia totalitária, um experimento político globalista que tem dado muito certo.

4 Comentários

4 Comments

  1. Diego

    22 de dezembro de 2021 em 19:15

    Verdade, jornalista sabe mais que todos epidemiologistas e especialistas no assunto. Afinal, para que estudar, basta pegar um monte de dados e manipular aqueles que favorecem o seu argumento. Oque importa é o argumento e não a verdade.

  2. Bobrão

    16 de fevereiro de 2021 em 12:24

    Verdade concordo cegamente

  3. Rafael Guerra

    16 de fevereiro de 2021 em 11:20

    Se Patos adotar o lockdown, aí é que a coisa vai ficar feia mesmo. Povo se contamina muito mais em ambiente fora do trabalho que dentro das empresas. Na empresa que trabalho todos usam mascaras e tem álcool gel pra todo lado, quero ver isso na casa de todo mundo.

  4. Thaysa

    16 de fevereiro de 2021 em 10:03

    Verdade

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...

Política

Em seu primeiro dia de governo, o novo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, apresentou ao Congresso um projeto de reforma tributária, com previsão de aumento...

Policial

No último domingo (7/8), em Jaboticatubas, na região Metropolitana, foi cumprido o mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor de um homem, de 33...

Saúde

O presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes – Regional RJ (SBD-RJ), Daniel Kendler, lembra, no Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol, comemorado hoje (8),...