Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Política

Efeito GAECO e a mudança na Câmara Municipal de Uberlândia

Por Cristiano Caporezzo

Há pouco mais de um ano a cidade de Uberlândia virou manchete nacional em decorrência de um escândalo de corrupção que resultou em mandados de prisão para 21 dos 27 vereadores da Câmara Municipal. Graças ao serviço de investigação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), através da operação Má Impressão, que comprovou a utilização do serviço de gráficas para o desvio da verba indenizatória de gabinete, totalizando um gasto de mais de 4 milhões de reais. A boa notícia é que o esforço do GAECO teve um bom efeito: absolutamente nenhum dos vereadores presos foi reeleito esse ano para a legislatura 2021-2024.

Historicamente, no Brasil, o fato de um político estar envolvido em escândalos criminosos nunca foi motivo para que ele não viesse a se reelejer. O Doutor Paulo Maluf, por exemplo, foi reeleito duas vezes para Deputado Federal, mesmo com o seu nome constando na lista dos procurados da Interpol, o que colocava-o em risco direto de prisão em 181 países. Outro caso marcante foi o do ex-presidiário Lula que, logo em seu primeiro mandato como Presidente do Brasil, viu toda a alta cúpula do governo envolvida em um escândalo de corrupção de proporções faraônicas, no caso Mensalão, algo “nunca antes visto na história deste pais”. Mesmo assim, conseguiu ser reeleito e ainda colocou uma sucessora em seu lugar, cujo governo conseguiu a proeza de superá-lo negativamente , e muito, através do caso Petrolão.

Tudo isso começou a mudar em 2010, com a aprovação da Lei Complementar número 135, popularmente conhecida como Lei da Ficha Limpa, que impediu a eleição de candidatos condenados por órgãos colegiados a cargos eletivos. Porém a mudança só se consolidou com o fortalecimento das redes sociais que, no caso da operação Má Impressão em Uberlândia, fez com que os seus desdobramentos chegassem ao conhecimento da maior parte do eleitorado da cidade. Com isso os eleitores conseguiram se afastar dos candidatos envolvidos no esquema. Agora, saber que determinado candidato é ruim e não votar nele é algo muito diferente de escolher uma boa opção para substituí-lo e esse será justamente o maior desafio da nova composição da Câmara Municipal: provar que a renovação não vai parar na mera mudança das pessoas que ocupam os cargos de vereança, mas sim na adoção de condutas com competência, responsabilidade e probidade.

Conclusivamente, do total das 27 vagas para vereadores na Câmara Municipal de Uberlândia, 15 são de eleitos pela primeira vez, isto é, a renovação de mais da metade das cadeiras. Com toda certeza, se essas pessoas que representam a mudança, para além das promessas de campanha, estiverem com o desejo real de trabalhar por e para o bem de uberlandeses e uberlandinos, a maior cidade do Triângulo Mineiro vai continuar crescendo cada vez mais próspera e forte. Que assim seja!

Cristiano Caporezzo

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...