Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Política

Doria chama Bolsonaro de ‘psicopata’ e diz que o Brasil vai demorar para se recuperar do ‘oceano de fracassos’

Via: conexão política

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse em entrevista ao jornal O Globo que o Brasil terá um processo lento para se recuperar do ‘oceano de fracassos’ do governo Jair Bolsonaro.

Doria, que desde o início da pandemia tem adotado políticas extremistas que resultaram no amplo fechamento  de comércios e indústrias sob a justificativa de combater o surto da Covid-19, afirma que o país ‘não tem um líder’ na Presidência, mas um ‘psicopata’.

“O Brasil é um oceano de fracassos: na saúde, na ciência, no meio ambiente, na educação, na proteção aos mais pobres. Vai demorar para recuperar o Brasil depois de Bolsonaro”, disse.

Segundo ele, não há coordenação do governo federal para ajudar as empresas em meio à pandemia de Covid-19.

“Milhões de pessoas estão sofrendo, assim como milhares de empresas. Qual é o nível de socorro e coordenação do governo federal? Nenhum. Mesmo para a aprovação de um auxílio emergencial houve uma dificuldade enorme e acabamos com um auxílio que dá para comprar um botijão de gás, dois quilos de arroz, dois quilos de feijão, dois sacos de farinha e mais nada. Que ajuda é essa? É um desastre”, completou.

Apesar das declarações do tucano, o presidente da República tem defendido a continuação das atividades econômicas desde o início da pandemia. Inclusive, atuou diretamente na elaboração de um projeto de lei que visa ampliar as ‘atividades essenciais’ e garantir a continuidade de milhões de empregos.

Em maio de 2020, quando o surto da Covid-19 chegava ao país, o mandatário tecia fortes críticas às restrições e medidas de isolamento radicais, alegando que a fome iria desencadear problemas muito maiores.

Bolsonaro, desde o início, tem destacado que as políticas adotadas ao longo dos últimos meses necessitam de revisão para que se possa ‘voltar à normalidade’, argumentando que os efeitos colaterais do combate à pandemia podem ser mais danosos do que o próprio vírus.

“Tem que reabrir, nós vamos morrer de fome. A fome mata, a fome mata! O Brasil está se tornando um país de pobres. O que eu falava lá atrás, que era esculachado, estão vendo a realidade agora aí. Para onde está indo o Brasil? Vai chegar um ponto que o caos vai se fazer presente aqui. Essa história de lockdown, de fechar tudo, não é esse o caminho. Esse é o caminho do fracasso, quebrar o Brasil”, disse o chefe do Executivo, na época.

Ainda em entrevista ao jornal O Globo, Doria defendeu que o centro busque consolidar um nome de consenso para disputar a eleição presidencial de 2022.

“São sete nomes que compõem esse polo democrático. Os pensamentos não são iguais. Mas nós convergimos em um ponto: a defesa do Brasil. Neste momento, isso basta. É um fator importante de coesão”, completou.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...