Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Política

Decretos visam mudanças em compra, posse e porte de armas

Por Maria Fernanda Senna

Na sexta-feira (13/02), o presidente Bolsonaro editou quatro Decretos no que tange à armas de fogo. Dentre as regras alteradas estão previstas mudanças em compra, posse e porte. O Decreto é extremamente útil a segurança pública e a defesa pessoal de cada indivíduo. Muitos deputados, pronunciaram entorno da questão:

“Dados recentes apontam que o número crescente nos registros de armas é acompanhado no mesmo período pela redução significativa do números de homicídios. Além de uma questão de segurança para os brasileiros, a flexibilização do acesso às armas se trata das condições básicas para o indivíduo exercer seu direito natural à legitima defesa.” Deputado Federal Junio Amaral- Cabo Junio

“Nada mais justo, claro atendendo a critérios técnicos, como comprovação da habilidade, capacidade psicológica, antecedentes das pessoas que querem possuir e portar armas de fogos é uma medida mais que necessária para aqueles que possam ter esse direito, o direito de autodefesa.” Deputado Federal Guilherme Muraro Derrite – Capitão Derrite (Progressistas)

“Em mais de 20 anos na Polícia Militar em São Paulo comprovei todos os dias que o bandido prefere o cidadão sem arma, já que ele consegue a arma ilegalmente e sai cometendo crimes a vontade, sem receio de ser impedido ou ser surpreendido por uma vítima também armada.” Deputada Federal Katia Sastre (Partido Liberal)

Medidas quanto a flexibilização do uso de armas de fogo, é uma das principais bandeiras do presidente. Muitas medidas já foram tomadas anteriormente e muitas vezes revogadas por grupos opostos. Portar uma arma, corresponde ao exercício do direito de legítima defesa do cidadão, que deve ter os meios adequados de exercê-lo e proteger a si e a seu patrimônio. Ter uma arma é, sem dúvida, uma das maiores liberdades que o individuo pode ter.

O direito de portar armas de fogo é muito antigo e marcado por lutas em torno da questão. Já no século XIX ,Thomas Jefferson (terceiro presidente dos Estados Unidos, principal autor da declaração de independência e conhecido pela sua promoção dos ideais do republicanismo nos Estados Unidos) deixou sua imortal frase:
“Nenhum homem livre pode ser privado do uso de armas”

2 Comentários

2 Comments

  1. Giselle

    15 de fevereiro de 2021 em 21:52

    É isso aí, chegaremos lá🙏🏻 ótimo texto!

  2. Charles

    15 de fevereiro de 2021 em 16:08

    Gostei do texto!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...