Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

futebol

Brasil goleia China em estreia na Olimpíada de futebol feminino

Via: terra Brasil

O time de Pia Sundhage espantou cedo o nervosismo das estreias, abriu o placar logo aos 9 minutos, com Marta, ampliou aos 22, com Debinha, e não correu mais riscos de perder a dianteira depois disso.

O time chinês optou por marcar o Brasil no campo de ataque, pressionando a saída de bola e forçando o erro, mas essa estratégia não funcionou. A fragilidade defensiva das Rosas de Aço foi explorada por Bia Zaneratto, que, aos 8 minutos, roubou a bola pela esquerda e armou a jogada do primeiro gol. A Imperatriz primeiro cruzou para Debinha, que cabeceou na trave e, depois, no rebote, ajeitou a bola para Marta concluir.

Foi Bia quem produziu também a jogada do segundo gol, iniciando triangulação, agora pela direita, e chutando da quina da área. Com o rebote de Shineng Peng, Debinha aproveitou e marcou o gol. O fato de Bia ter criado as duas jogadas de gol e feito isso pelos dois lados do campo aponta para um ataque que se movimenta bastante e ajuda a entender as escolhas de Pia no setor ao optar por não convocar Cristiane.

Dificuldade e alívio

O final do primeiro tempo marcou uma mudança na partida. O ritmo brasileiro caiu e o meio-campo, só com Formiga e Andressinha com papel defensivo, ficou sobrecarregado.

No começo da etapa final as chinesas acertaram a trave de Bárbara, que, aos 21, fez uma difícil defesa com a ponta dos dedos. Eram dois lances que poderiam ameaçar a vitória brasileira. A China conseguiu dificultar a saída de bola do Brasil.

No minuto 28, porém, o período de aperto das comandadas de Pia Sundhage acabou. A entrada de Andressa Alves na vaga de Duda, aberta pela direita, ajudou o Brasil a contra-atacar, e o segundo gol de Marta saiu após um rebote confuso da defesa chinesa.

A partir daí, o gás das chinesas acabou. Seis minutos depois, Andressa Alves aumentou o placar cobrando o pênalti que Andressinha sofreu, e perto do apito final Bia Zaneratto recebeu de Debinha para marcar o quinto e último gol.

Bárbara, no gol, Bia Zaneratto, pela criação de oportunidades, Marta pelos dois gols e Andressa Alves pela melhora que ofereceu ao time foram os destaques positivos de um Brasil que, apesar dos minutos de aperto, mostrou muito mais força que a China e dificilmente ficará de fora das quartas de final.

O Brasil jogou com Bárbara; B. Benites, Érika, Rafaelle e Tamires; Formiga, Andressinha, Duda e Marta; Debinha e Bia. Entraram Andressa Alves, Julia e Ludmilla.

O time de Pia Sundhage volta a campo às 8h de sábado (24) quando enfrenta a Holanda, o adversário mais forte do grupo, de novo em Miyagi.

 

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...