Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Meio Ambiente

Arsae cobra novas obras e uma melhor comunicação quanto a falta de abastecimento da Copasa de Patos de Minas

Um relatório foi apresentado nesta terça-feira (19)

Um relatório de fiscalizações da prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário da Copasa de Patos de Minas foi apresentado pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG). Entre diversas outras análises foi apontado pela Agência a ausência de comunicação oficial da Copasa nas ocorrências de paralisação do abastecimento.

Segundo nota divulgada pela Arsae-MG, a fiscalização teve o objetivo de avaliar a qualidade dos serviços prestados na sede municipal de Patos de Minas, em virtude de questionamento apresentado pelo Ministério Público.  O relatório foi elaborado após inspeção técnica em campo pelos servidores da Agência entre os dias 30/11 e 04/12/2020. Foram fiscalizadas todas as unidades dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, a qualidade da água distribuída, o atendimento ao usuário, a regularidade do abastecimento e a eficiência de tratamento de esgoto executado pela ETE Patos de Minas.

Como ponto de atenção destacam-se a ausência de comunicação oficial da Copasa nas ocorrências de paralisação do abastecimento nos meses de agosto, setembro e outubro de 2020, o não cumprimento do plano de amostragem para as análises de qualidade da água mais complexas, de frequência semestral, e a necessidade de execução de algumas obras de ampliação de unidades de bombeamento para evitar novas situações de falta d’água nos dias de maior consumo no município.

São apontados pela Arsae-MG como destaques positivos a eficiência da Estação de Tratamento de Esgoto e a regularização do abastecimento de água a partir do mês de novembro, após altos índices de reclamações em setembro e outubro.

Quanto à tarifa cobrada pelo serviço de esgotamento sanitário, foi esclarecido que o percentual utilizado em Patos de Minas para cálculo do valor a ser pago foi estabelecido, principalmente, pelo Contrato assinado entre a Copasa e a Prefeitura Municipal. Para quem é atendido pelo serviço de tratamento de esgoto, o valor pago em Patos de Minas, atualmente, é de 25% do valor da água e aumentará para 33% em janeiro de 2021. Para os demais municípios mineiros, a Arsae-MG autoriza a Copasa a utilização de um percentual de 100% do valor da água para o cálculo do valor a ser cobrado pelo serviço de tratamento de esgoto, de acordo com a Resolução Arsae-MG n° 141/2020.

Os documentos foram enviados para a Prefeitura Municipal e para o Ministério Público para ciência e acompanhamento, e para o prestador, a fim de que se corrijam os pontos abordados nos itens constatações e não conformidades.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Religião

A morte de João Batista abalou Nosso Senhor, que naquele dia quis ficar só, precisou de uma pausa. Tão conhecido no evangelho é a...

Gerais

Via: dayly caller com tradução de Maria Fernanda Senna Mais da metade dos americanos acredita que o presidente Joe Biden não é “mentalmente aguçado”...

Gerais

Via: terra Brasil O piloto de moto espanhol Dean Berta Viñales, 15 anos, morreu neste sábado (25) após um grave acidente durante a corrida...

Coluna

Via: national review com tradução de Maria Fernanda Senna Bruce Abramson tem uma coluna na RealClearPolitics reclamando que os conservadores deveriam se concentrar menos em conservar e resistir...

Coluna

Por: Bethânia Teixeira Mendes A posse e o porte de armas de fogo sempre foram permitidos no Brasil. O direito de acessar armas de...

Gerais

O Banco Central da China declarou hoje (24/09), ilegais todas as operações envolvendo criptomoedas sob alegação de que essas operações põe em risco a...

Gerais

O governador Romeu Zema (NOVO) anunciou hoje (24/09), através de suas redes sociais que decidiu vetar o projeto de lei 1155/2015 que estabelecia novas...

Gerais

O líder do MTST promete novos ataques com um suposto combate contra a fome e o desemprego. Guilherme Boulos (Psol), líder do Movimento dos...