Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Gerais

Argentina aprova lei de cota para transexuais em órgãos públicos

Via: conexão política

O Congresso argentino aprovou lei que obriga o Estado a reservar pelo menos 1% das vagas na administração pública para travestis, transexuais e transgêneros, além de criar incentivos fiscais para que empresas privadas sigam o mesmo caminho.

Denominada “lei trans”, a legislação cria um sistema de cotas obrigatórias e foi aprovada pelo Senado, depois de ter passado pela Câmara, com 55 votos a favor, apenas 1 voto contra e 6 abstenções.

“A medida visa a compensar tanta dor e tanto desamparo durante décadas”, alegou a senadora Norma Durango, do partido do presidente Alberto Fernández, o Frente de Todos. A congressista é uma das apoiadoras das novas regras para as contratações estatais.

A direita argentina, por sua vez, argumenta que as admissões em empregos devem ser promovidas com base na capacidade e na competência. Parlamentares contrários ao texto questionam a prioridade do tema, alegando que o Legislativo deve focar nas urgências sanitárias e econômicas do país.

A nova legislação também indica que “antecedentes penais irrelevantes” não poderão ser impedimentos para a contratação e que a cota trans terá prioridade nas contratações do Estado.

O texto prevê que as contribuições patronais geradas com a contratação de trans poderão ser deduzidas nos impostos. Além disso, por meio da banca pública, o Estado vai conceder créditos a taxas subsidiadas para empresas que contratarem travestis, transexuais e transgêneros.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Economia

O economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Braz, diz que a redução de 3,5% no preço do diesel, anunciada nesta quinta-feira (4), pela Petrobras, terá...

Política

O Senado voltará a analisar o projeto de lei que restringe as saídas temporárias de presos. A matéria foi aprovada pela Câmara dos Deputados...

Policial

Nesta quinta-feira (4), Emily Luiza Ferretti Fernandes, de 25 anos, foi morta a facadas dentro de sua casa, localizada no bairro Cardoso, na região...

Política

A Câmara dos Deputados aprovou, por 408 votos contra 9, o Projeto de Lei 643/20, que aumenta as penas para os crimes de furto...

Política

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 14.431/2022 que libera o crédito consignado a beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e de programas federais...

Policial

Um homem de 27 anos foi baleado no peito, na barriga, nas costas e no pescoço dentro de uma distribuidora de bebidas no Barreiro,...

Gerais

O Tribunal do Juri montado para julgar os acusados pelo incêndio na Boate Kiss, ocorrido em 2013 na cidade de Santa Maria/RS, teve sua...

Coluna

No Brasil quem tem a caneta tem o poder. Ou ainda: “A caneta é mais poderosa que a espada” (em inglês: The pen is...