Conecte conosco

Oi, o que você está procurando?

Gerais

Adélio Bispo pode ganhar liberdade

Bruno Savino, juiz da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, solicitou uma reavaliação do estado mental de Adélio Bispo dos Santos, depois de três anos, prazo que se acabará em 14 de junho do ano que vem.

Adélio Bispo dos Santos, autor da facada que atentou contra a vida do então candidato à presidência Bolsonaro (sem partido), pode ganhar a liberdade em junho de 2022. Poucos meses antes da eleição presidencial. O criminoso está no presídio federal de Campo Grande desde junho de 2019, embora absorvido pela justiça por causa do estado psíquico continua detento, uma vez que é considerado uma pessoa de alta periculosidade e sua liberdade poderia representar perigo a terceiros. Dependendo da decisão Adélio pode ganhar liberdade quatro meses antes das eleições 2022.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Policial

Um jovem de 25 anos foi morto pelo pai durante uma confusão na casa deles, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha de Belo...

Gerais

O Posto Avançado de Bombeiros de Bocaiuva foi acionado no início da noite deste domingo (14/08/2022), por volta das 18h50min, para atendimento de ocorrência...

Juiz de Fora - Minas Gerais

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, inicia oficialmente na terça-feira (16/08) a campanha eleitoral visando à reeleição nas eleições de outubro de 2022. O...

Policial

Um dentista morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) após fazer a esposa refém na noite desta quinta-feira (11), no bairro Santa Cruz,...

Política

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi assaltado e teve o carro roubado na noite dessa terça-feira (9), após atender chamado para uma...

Coluna

Vivemos no brasil tempos sombrios. Na verdade essa frase é surrupiada de um filme que provavelmente foi copiada de um livro e que foi...

futebol

A Câmara dos Deputados emitiu um comunicado na noite da última segunda-feira, 8, esclarecendo alguns pontos envolvendo a criação de um grupo para acompanhar a preparação da...

Política

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a abertura de investigação contra o...